Depois de ter anunciado que as versões mais antigas de aplicações da Creative Cloud (onde se incluem, por exemplo, Photoshop, Lightroom Classic ou Premiere Pro) iriam deixar de estar disponíveis para os seus assinantes, a Adobe começou a enviar e-mails aos utilizadores avisando-os de que, se não atualizarem as suas versões, correm o risco de enfrentar uma ação legal.

Um utilizador da Creative Cloud partilhou no Twitter o email que lhe foi enviado oficialmente pela Adobe. Na mensagem pode ler-se o aviso de que, se persistir na utilização da versão descontinuada, estará a “correr o risco de possíveis reclamações de violação de direitos por parte de terceiros”.

Email Adobe

Em resposta a outras queixas no Twitter, a conta @AdobeCare refere que “não pode fazer comentários sobre as reclamações de terceiros, pois dizem respeito a um processo em andamento”, acrescentando que esses terceiros "podem ser qualquer pessoa ou empresa que tenha uma queixa relacionada com direitos de autor ou outra infração de propriedade intelectual devido ao uso continuado de produtos não autorizados”.

Embora a empresa não revele a que entidade se refere, a AppleInsider menciona o facto de a Adobe ter sido processada pela Dolby em março deste ano, acusando-a de vender produtos que utilizam a sua tecnologia sem pagar e também de se recusar a fornecer os dados necessários para uma auditoria.

Assim sendo, os membros da Creative Cloud apenas dispõem, neste momento, de acesso ao download direto das duas versões mais recentes das respetivas aplicações. Em declaração oficial, a Adobe refere que se vai “concentrar nos dois últimos lançamentos de aplicações da Creative Cloud, que já são os mais utilizados pela maioria dos nossos clientes”, acrescentando que os clientes empresariais que precisem de uma versão mais antiga deverão “contactar o seu administrador de IT para verificar se alguma estará disponível”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.