Tal como tinha sucedido na primeira fase , Universidade da Beira Interior, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, Instituto Superior Técnico, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa e a Universidade do Minho são algumas instituições que ainda continuam com vagas por preencher em cursos ligados às TIC.

O mesmo acontece – de forma mais acentuada – em politécnicos como a Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda, a Escola Superior de Tecnologia e de Gestão do Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior de Tecnologia e de Gestão de Bragança ou a Escola Superior de Tecnologia de Castelo Branco.

De acordo com os dados publicados esta quinta-feira pela Direcção-Geral do Ensino Superior (DGES), no geral sobraram 11.648 vagas na segunda fase do concurso nacional de acesso ao Ensino Superior, cerca de 2.500 lugares a mais do que na comparação entre 2011 e 2012.

O número de candidatos (17.363) representou uma quebra de 1.486 em relação a 2012, uma diminuição que reflete o sucedido na 1ª fase, em que entraram quase menos 5.000 alunos do que no ano passado.

Os estudantes têm a partir de hoje e até segunda-feira para concretizarem a matrícula e inscrição e a 3 de outubro são conhecidas as vagas a concurso para a terceira fase.
Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.