A Microsoft já vendeu 150 milhões de licenças do Windows 7, a nível global, desde o lançamento do novo sistema operativo, há cerca de oito meses.

Os números foram revelados pelo responsável de comunicação da equipa do Windows, que classificou a nova coqueluche da empresa como o "sistema operativo com ritmo de vendas mais rápido da história".

A cada segundo são vendidas sete cópias do novo SO, escreve Brandon LeBlanc, numa mensagem publicada esta semana no blog oficial do serviço, onde dá conta do "marco" atingida.

De acordo com as estimativas da empresa, até ao final deste ano deverão ser superados os 300 milhões de licenças vendidas para o sistema operativo, que começou a ser mundialmente comercializado a 22 de Outubro.

A tendência do Windows 7 para um melhor desempenho nas vendas já havia sido antecipada pelos primeiros números divulgados, que vinham mostrando uma adesão e interesse auspiciosos, entre consumidores e empresas, em comparação com o último SO da empresa - embora o Vista tenha sempre sido apontado como um dos grandes exemplos no campo das ofertas mal sucedidas.

Em Portugal, o novo sistema operativo encontra-se instalado em 17 por cento dos computadores, de acordo com os dados da StatCounter veiculados pela Microsoft em Abril.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.