A Microsoft já garantiu que não vai comercializar versões do Windows 7 sem o Internet Explorer na Europa, uma das hipóteses incialmente colocada em resposta às acusações de monopólio por parte da Comissão Europeia.

Num post recente, Dave Heiner, vice-presidente da Microsoft, justifica a actual posição da gigante do software e as razões que levaram ao abandono da ideia, motivada pelo feedback das fabricantes e pela reacção da Comissão Europeia.

O responsável volta assim a reiterar a proposta do "Web Browser Blot", recentemente apresentada a Bruxelas.

A intenção passa por manter o IE com o browser pré-instalado, mas dando aos utilizadores uma "janela" onde poderão optar pela instalação do navegador da sua preferência, uma proposta que a Microsoft crê ter agradado ao executivo europeu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.