O Interface com o utilizador foi uma das áreas escolhidas pela Microsoft para um face lift nesta nova versão do Windows. A ideia é permitir um acesso mais fácil e intuitivo à informação e uma organização simplificada de ficheiros e pastas. As novidades começam logo no menu Iniciar onde se podem encontrar algumas diferenças face ao antecessor XP desenhadas para permitir um localização mais fácil dos programas disponíveis. Aqui desaparecem os menus em cascata no tipo de visualização Todos os Programas e são introduzidas pastas agrupadas que melhoram a percepção e diminuem o tamanho ocupado.



http://imgs.sapo.pt/gfx/416999.gif


Passam também a estar disponíveis painéis de detalhe e pré-visualização que facilitam a visualização do conteúdos de ficheiros sem que seja necessário abri-los, novos exploradores e um conjunto de funções de suporte que recorrem a ícones animados e permitem uma busca integrada de informação.



Mas é nas versões de topo do novo Vista que as mudanças no Interface são mais acentuadas, com o Windows Aero. Esta funcionalidade, com requisitos mais exigentes ao nível da placa gráfica, deixa de fora a versão Home Basic que ainda não chegou às lojas portuguesas.



Com esta tecnologia a Microsoft introduz o conceito das janelas de vidro que permitem apresentar ao utilizador janelas com um aspecto mais brilhante e translúcido. Garante a empresa que o objectivo é ajudar o utilizador a melhorar a concentração no ecrã.



http://imgs.sapo.pt/gfx/416997.gif


A apresentação das várias janelas de trabalho abertas, maximizadas ou minimizadas são de facto uma das apostas fortes nesta da área do interface do novo Vista, com muitas novidades sempre ligadas a uma visualização mais intuitiva.



Quando estão minimizadas as janelas do novo Windows Vista são identificadas de forma animada através da funcionalidade Windows Flip, facilitando a sua identificação. No Aero esta função está disponível em 3D e permite uma visualização tridimensional no ambiente de trabalho das várias janelas abertas.


http://imgs.sapo.pt/gfx/416999.gif


Transformadas em elementos dinâmicos, as janelas abertas no ambiente de trabalho tornaram-se também mais estáveis no que diz respeito a acções de redimensionamento ou deslocação de um local para outro do desktop.



No que diz respeito à Barra de Comandos também há novidades, com este menu de funções a tornar-se adaptado ao tipo de aplicação em que o utilizador está a trabalhar e a dispor de comandos relevantes para essa área, seja ela a música ou um documento, por exemplo. Passa a ainda a ser possível ter em simultâneo acesso à barra de comandos e ao painel de navegação, possibilidade que o Windows XP não oferecia.

http://imgs.sapo.pt/gfx/417000.gif

Notícias Relacionadas:

2007-01-30 - Hora zero para o Windows Vista e o Office 2007
2007-01-29 - Vobis inicia à meia-noite venda dos novos Highscreen com Windows Vista
2007-01-24 - Microsoft aposta nas versões Vista Home Premium e Ultimate para o mercado nacional

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.