O projeto envolve o DNS.pt e 10 empresas de registo e alojamento de sites, que se juntaram ao Governo e ao programa que permite criar empresas de forma mais rápida para oferecerem, gratuitamente, durante um ano, serviços que permitam a criação de um website.

O 3em1 inclui o registo de um domínio em .pt - com a possibilidade de alteração da denominação face ao nome da empresa -, uma ferramenta de construção de um site e o aseu alojamento, e ainda uma caixa de correio eletrónico.

Luísa Geifão, presidente da associação DNS.pt, explicou ao TeK que esta iniciativa se enquadra nos objetivos da associação de apoiar a entrada das empresas na Internet, já que a percentagem das que efetivamente tiram partido das ferramentas online é ainda reduzida.

A oferta do domínio .pt já estava em vigor desde 2005, mas muitas empresas não faziam nada com este registo, e por isso a associação desafiou os registars para se aliarem na oferta do pacote completo.

O 3em1 está operacional desde 26 de novembro de 2013 e embora os números de adesão ainda não sejam muito significativos o objetivo é dinamizar a adesão das empresas.

Atualmente são registadas cerca de 100 novas empresas por dia e Luísa Geifão adianta que a meta é que 40% das empresas na Hora tenham um domínio efetivo e se mantenham online depois do primeiro ano de vida.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.