Quando em 1998 dois estudantes universitários criaram um novo mecanismo de pesquisa para a Internet estavam, possivelmente, longe de pensar em toda a influência que iriam gerar com a sua ideia. O motor de busca cresceu e a empresa cujo nome se inspirou num termo matemático que se refere ao número 1 seguido de 100 zeros - Google - é hoje um caso incontestável de sucesso, "on" e "offline".

Larry Page e Sergey Brin iniciaram o seu projecto com quatro computadores e 100 mil dólares obtidos de um investidor que acreditou na sua concretização. Actualmente a empresa possui 20 mil empregados e um valor na bolsa de 150 milhões de dólares, muito próximo de gigantes do sector com décadas de história como a Microsoft e a Apple.

A dimensão da Google é enorme se pensarmos que processa dois terços de todas as buscas mundiais na Internet, contabiliza cerca de 40 por cento da publicidade online e tem acesso a informação importante de cerca de 650 milhões de pessoas que usam diariamente o seu serviço de pesquisa e outros produtos, como o Gmail ou o YouTube.

Muito recentemente a empresa deu mais um passo na diversificação dos seus serviços com a estreia do Chrome, um browser Internet próprio que concorre com o Internet Explorer da Microsoft e com o Firefox da Mozilla.

É impossível prever o que a empresa fará durante os próximos dez anos e como poderá evoluir, mas para a Google o céu não é com certeza o limite. Aliás, esse até já se pode dizer que foi superado, ou não existisse o Google Maps...

Notícias Relacionadas:

2008-09-05 - Google devolve direitos aos utilizadores do Chrome

2008-09-02 - Google reage à concorrência com browser próprio

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.