No último ano aderiram ao serviço que permite criar uma caixa de correio electrónico gratuita, para receber correspondência do operador de telecomunicações, das finanças, do banco ou da EDP 100 mil portugueses.



As novas adesões ao ViaCTT aumentam para 250 mil, o número de utilizadores da plataforma, gerida pelos Correios de Portugal e lançado há cerca de quatro anos, revelou um administrador da empresa à Lusa. Marcos Batista explicou à agência noticiosa que o leque de utilizadores do serviço é diversificado e inclui cidadãos de várias faixas etárias.



Segundo a mesma fonte, existem actualmente 27 entidades associadas ao ViaCTT onde se incluem DGCI, vários bancos, câmaras municipais, Zon, Optimus, Vodafone, entre outros. Para o utilizador o serviço não tem quaisquer custos, já que as despesas são suportadas pelas entidades que usam o canal para enviar o seu correio ao cliente/cidadão.



Recorde-se que começou a funcionar na passada segunda-feira um serviço idêntico ao ViaCTT. O MBDox é promovido pela SIBS e conta já com a adesão dos principais bancos (operacionalizada ou em vias de estar). A principal diferença desta nova possibilidade de receber as contas por via electrónica é que o pagamento das mesmas pode ser feito directamente no serviço. O MBDox conta, já na fase de arranque, com a adesão do Meo, Vodafone, Gascan e Zon.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.