A rede social comprometeu-se a trabalhar com o ministério da justiça alemão, fornecedores de acesso à Internet e outras redes sociais de modo a formar uma task force destinada a remover conteúdos racistas e xenófobos mais rapidamente, avança o The Wall Street Journal.

No final do mês passado, o Governo alemão pediu ao Facebook, numa carta do ministro da Justiça alemão, Heiko Maas, enviada aos responsáveis da rede social, que revisse “urgentemente” as suas práticas.

Criticava-se o facto de no Facebook as publicações com “certas partes do corpo” serem automaticamente apagadas e não existir uma ação “imediata” relativamente aos posts anti-refugiados. 

A formação da task force foi anunciada por Heiko Maas após um encontro com responsáveis do Facebook, esta segunda-feira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.