Depois da Microsoft traçar a sua estratégia para o seu browser Edge, com integração do Bing alimentado por IA generativa baseada em GPT-3 da OpenAI, a Opera também introduziu a mesma tecnologia no seu navegador de internet. E até lhe deu um nome, Aria, construída nativamente para o browser, prometendo um próximo nível na experiência de navegação.

Tal como o copiloto da Microsoft, a Aria vai aumentar as possibilidades de criatividade e produtividade graças à integração da IA. A tecnologia tem como base a sua infraestrutura “Composer”, ligada à tecnologia GPT da OpenAI. O objetivo é oferecer resultados em tempo real da internet às questões colocadas durante a conversa com os utilizadores. A Opera dá o exemplo de um suporte técnico, em que a Aria tem conhecimento de toda a base de dados da documentação de suporte, podendo ajudar a responder às questões dos seus clientes.

Novo Bing está agora aberto para pesquisas com Inteligência Artificial e reforça Edge como copiloto na web
Novo Bing está agora aberto para pesquisas com Inteligência Artificial e reforça Edge como copiloto na web
Ver artigo

A Opera diz que a sua infraestrutura é expansível, permitindo ligar a Aria a diversos modelos de IA, protendo no futuro integrar capacidades adicionais, como serviços de pesquisa dos seus vários parceiros, numa experiência unificada e coerente. Apesar de apresentar agora o sistema Aria, a empresa diz que desde o início do ano que já tinha feito uma primeira implementação do ChatGPT na sua barra lateral do navegador, na versão da aplicação para desktop. Os utilizadores podiam testar a funcionalidade de prompts de IA.

Opera Aria smartphones

A integração da IA no navegador chega também ao Opera One, uma versão redesenhada do seu browser topo de gama, moldado para acomodar as funcionalidades de IA generativa no seu design modular. Esta integração é referida como a primeira fase do projeto. O serviço de IA vai tornar-se cada vez mais integrado no navegador nas próximas versões do Opera, tornando a tecnologia nativa para ajudar os utilizadores nas suas tarefas.

A empresa salienta que esta é uma integração completa do GPT, o que significa que está ligada à internet em tempo real, sem as limitações da versão de teste que oferecia informação até 2021. E esta versão chega a 180 países, incluindo o território da União Europeia. Pode instalar a aplicação desktop através da versão de developer do Opera One; se prefere nos smartphones Android, poderá aceder a versão beta do browser na Google Play.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.