A Comissão Europeia está a investigar a Apple a propósito dos preços praticados pela empresa no mercado britânico, através do seu serviço iTunes. Citado pela Reuters, um porta-voz da comissão explica que a investigação foi iniciada pelo órgão europeu de forma voluntária e está ainda numa fase inicial.



A investigação foi desencadeada depois de constatado que a empresa está a praticar preços mais elevados no Reino Unido, comparativamente aos preços do mesmo serviço de música online em vigor para França ou Alemanha.



O porta-voz confirmou que a Apple já foi chamada a prestar esclarecimentos de forma informal, que permitirão a CE reunir informação para o avanço das investigação.



No Reino Unido está também em marcha uma investigação com o mesmo propósito, depois de uma denúncia da associação de defesa dos consumidores, a Which. Denunciado em Setembro, o caso tem estado em apreciação pelas autoridades da concorrência britânicas que analisam o facto de nos restantes mercados europeus o download de cada música ser cobrado a 99 cêntimos de euro e no Reino Unido o preço estabelecido ser equivalente a 1,14 euros.



Segundo a Reuters, a queixa apreciada pelas autoridades britânicas terá sido comunicada de forma informal às autoridades europeias em Dezembro do ano passado, dando origem ao novo processo, desta vez sem interferência da associação britânica que ainda assim pondera apresentar nova queixa directamente à CE.



Notícias Relacionadas:

2004-09-17 - Reino Unido investiga preços praticados pela loja iTunes

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.