A ideia de a Amazon desenvolver um centro multimédia tem razão de ser, sobretudo olhando para a aposta que a gigante norte-americana tem feito na área dos conteúdos vídeo e na distribuição através da Internet. O serviço Amazon Prime e o investimento em séries próprias são disso exemplo.

Escreve o Re/Code que o lançamento do próximo mês acontece depois de a empresa liderada por Jeff Bezos ter adiado a estreia do equipamento no final de 2013, data inicialmente definida para a comercialização do descodificador.

A Amazon não quer perder o comboio para empresas que já têm presença no mercado há mais tempo - como a Apple e a Roku -, sendo também obrigada a preparar uma resposta para uma nova vaga de dispositivos, como o Chromecast da Google.

O que ainda não parece certo é se este centro multimédia também vai ter capacidade de gaming. A Amazon comprou um conhecido estúdio de desenvolvimento de jogos já em 2014 e tem recrutado vários programadores nas últimas semanas.

Com o lançamento de uma set top box a gigante do retalho podia assim também ir ao encontro dos rumores que davam como certo o lançamento de uma consola por parte da tecnológica.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.