O Chrome continua a ser o browser mais usado em todo o mundo. Quem teve de sacrificar a liderança para que o produto desenvolvido pela Google assumisse os comandos da navegação web foi o Internet Explorer, líder histórico deste mercado.



A liderança do browser da Microsoft vinha sendo ameaçada desde março, altura em que o Chrome conseguiu pela primeira vez a liderança mundial. No entanto, as primeiras subidas ao topo da tabela mundial aconteceram num fim de semana e por isso foram explicadas com o facto de, em casa, o número de utilizadores com alternativas ao IE ser mais expressivo.



Em maio voltou a ser notícia a ascensão do Chrome à liderança mundial da tabela dos browsers mais usados, desta vez por vários dias. A disputa entre os dois navegadores progride "taco a taco", mas as vitórias do Chrome já não se restringem ao fim de semana, como mostram os números disponibilizados hoje pela StatCounter.



Esta terça-feira o Chrome garantiu uma quota de 31,75% no mercado mundial de navegação web e o Internet Explorer de 31,44%. Ontem, a separar as duas opções também estiveram apenas algumas décimas, mas nesse dia com vantagem para o IE.



Em Portugal a tendência segue em linha com os números mundiais, no que se refere ao crescimento acelerado do Chrome e à queda expressiva do Internet Explorer, mas a tecnologia da Microsoft continua a liderar. Hoje o IE está a ser usado por 38,01% dos internautas e o Chrome por 31,26%. O Firefox é o terceiro na lista dos mais usados com uma quota de 24,33%.

[caption]Nome da imagem[/caption]

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico




Cristina A. Ferreira

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.