Numa altura em que a situação pandémica que o mundo vive atualmente obrigou a população a reformular as suas prioridades e estilos de vida, dando enfâse ao teletrabalho e ensino em casa, a Comissão Europeia está empenhada em transformar a Europa naquilo que chama a “Década Digital”. Para isso apresentou novos pacotes de inventivo para reforçar iniciativas ligadas à computação de alta performance e conectividade, sobretudo no desenvolvimento das redes 5G.

Não é a primeira vez que a Europa refere a necessidade de assumir a liderança na tecnologia e a sua vontade de tornar-se o mais independente possível dos fornecedores externos de matérias-primas para a tecnologia verde. E agora revela os planos para a supercomputação e 5G, “partindo o porquinho” para entregar 8 mil milhões de euros de investimento na próxima geração de supercomputadores, o que considera um orçamento muito superior ao atual.

O investimento vai suportar a investigação e atividades de inovação para novas tecnologias, sistemas e produtos, assim como produzir o conhecimento necessário para criar a infraestrutura e formar a base do ecossistema de classe mundial na Europa.

A estratégia para a supercomputação

A presidente da CE, Ursula von der Leyen, apresentou a estratégia das prioridades de investimento ligadas à supercomputação, incluindo a exploração analítica de Big Data, inteligência artificial, tecnologias de computação em cloud e cibersegurança. A ideia foi reforçada pela vice-presidente executiva Margrethe Vestager, que disse que “a computação de alta performance é essencial para a capacidade digital da Europa. Os supercomputadores já são um aliado na procura de terapias, reconhecimento e previsão da propagação da infeção, ou para suportar as decisões a tomar nas medidas de contenção”. Justifica ainda que o investimento nos supercomputadores vai permitir explorar outras áreas como ajudar a mitigar as mudanças climáticas, entre outras situações.

O orçamento atual, para 2019-2020, é de mil milhões de euros e pretende adquirir e começar a operar 8 novos supercomputadores de topo, com um valor de 830 milhões de euros. Estes vão beneficiar o sector público, indústria e pequenas e médias empresas, independentemente de onde estejam situadas. É referido que 3 destes supercomputadores (a serem lançados no início de 2021) estarão no top 5 mundial, e os outros cinco entre os melhores 50. O restante budget será ainda investido no suporte da agenda de investigação e inovação, com um valor de 370 milhões, para desenvolver hardware de supercomputação e software, assim como aplicações e skills.

Os planos para a conectividade 5G

No que diz respeito aos planos da conectividade, a Comissão Europeia está a pedir aos Estados-Membros que injetem investimento nas estruturas de grande capacidade de conectividade, que incluam o 5G. A CE considera mesmo o 5G o grande pilar essencial para a recuperação, pois vai oferecer grandes oportunidades económicas para os próximos anos.

A ideia é que os Estados-Membros apresentem uma abordagem comum, no que diz respeito a uma toolbox de boas práticas, até 30 de março de 2021. Algumas das medidas devem focar-se na redução de custos e aumentar a velocidade de desenvolvimento das redes de alta-velocidade, aconselhando mesmo a remover qualquer burocracia associada. Devem também oferecer o acesso ao espectro de rádio 5G e incentivar as operadoras a investir na expansão das suas redes. Por fim, estabelecer mais coordenação entre fronteiras na atribuição do espectro de rádio, em particular nas áreas da indústria e transporte.

Este último ponto parece ser mesmo um ponto essencial para cada vez mais “derrubar” as fronteiras entre os Estados-membros, de forma a processar a mobilidade automatizada e conectada, assim como a digitalização da indústria e o desenvolvimento de fábricas inteligentes. Até 2025 deverá haver cobertura ininterrupta de 5G de forma a melhorar os transportes, as estradas, os caminhos de ferro e mesmo as vias aquáticas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.