A Construlink apresentou hoje uma plataforma de negociação online dirigida às entidades públicas, especialmente às autarquias. Esta plataforma permite "informatizar o processo de aquisição de bens e serviços, obter um número alargando de propostas para determinada aquisição e analisar de forma automática as várias propostas a concurso", resume um comunicado.



O Compras Públicas resulta de uma parceria entre o Instituto Superior Técnico, a Teixeira Duarte e ONI Telecomunicações e arranca com um piloto de seis meses que envolve, para já, quatro autarquias: Vila Nova de Gaia, Setúbal, Beja e Porto. Do lado dos fornecedores o projecto conta com vinte mil empresas, das mais diversas áreas, mas Pedro Paulo do IST explicou ao Tek que a prazo este número deverá aumentar já que é expectável que cada autarquia aderente à plataforma traga consigo a sua base de fornecedores.



Nos seis meses de piloto o objectivo é testar a negociação e recolher informação sobre as poupanças geradas, não só ao nível dos custos mas também do tempo, por exemplo. Para já a única estimativa que os responsáveis do projecto avançam refere-se aos custos que as entidades poderão poupar por terem à sua disposição e um leque mais alargado de fornecedores. Esta estimativa aponta para poupanças entre os 2 e os 20 por cento.



Pedro Paulo explicou ainda que o Compras Públicas " se enquadra-se Programa Nacional de Compras Electrónicas [....] de acordo com a legislação aprovada em 2003 pelo Governo e com a Directiva da UE de 2004, sobre a aquisição de bens e serviços por via electrónica".



O mesmo responsável acrescentou que quando o Registo Nacional de Fornecedores - que irá identificar a lista de empresas habilitadas para vender ao Estado por via electrónica - estiver concluído a plataforma alinha a sua base de dados com esta, por forma a garantir a ilegibilidade dos seus fornecedores.



Para já aplicam-se as regras vigentes para os concursos off line em que cabe a cada entidade pública verificar se os seus fornecedores têm dívidas ao estado. O Construlink mantém experiência na negociação online há mais de um ano já que assegura a plataforma B2B Mercado Aberto.



Notícias Relacionadas:

2004-07-01 - Leilão junta 4 Ministérios em processo de compras electrónicas transversal

2003-08-25 - Quatro emarketplaces nacionais vão desenvolver projecto-piloto de compras electrónicas

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.