Em considerações à Business Insider, Garrick Hileman afirmou que, com o aumento consecutivo do valor de criptomoedas como a Bitcoin ou a Ethereum, também cresceu o interesse e a preocupação de investidores e executivos financeiros.

Esses receios são também partilhados pelo Reino Unido e por outros governos da UE  que planeiam, no próximo ano, regulamentar a criptografia em consonância com a legislação contra o branqueamento de capitais e contra o terrorismo, aumentando a transparência.

Um dos grandes motivos para essa “desconfiança”, é o facto de se tratar de um ativo altamente volátil, como tem sido demonstrado esta semana. Depois de já ter valorizado mais de 1600% este ano, a Bitcoin perdeu esta semana 27% do seu valor, registando a pior semana desde 2015.

Essa volatilidade tem originado vários avisos, entre os quais o de Paul Krugman, vencedor do prémio Nobel da economia que afirmou, numa entrevista ao Business Insider, tratar-se de uma bolha, ainda mais óbvia do que “a bolha imobiliária”.

Criptomoedas são uma bolha? Sim, das boas
Criptomoedas são uma bolha? Sim, das boas
Ver artigo

E, para Garrick Hileman, apesar de ainda “não haver pessoas suficientes ou instituições financeiras a deter criptomoeda”, estas podem tornar-se “sistemicamente importantes”, possibilitando o aparecimento de novos investimentos, como um mercado de futuros em bitcoin, o que, por consequência pode desencadear “uma próxima crise”.

Hileman acredita que, apesar da criptomoeda ainda não apresentar, para já, esse risco, a sua integração com os mercados financeiros mais tradicionais, para além de “exacerbar” uma possível crise, também será factor de instabilidade financeira.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.