Desde o início do ano que os hackers do Lapsus$ Group têm vindo a lançar uma série de ataques, incluindo em Portugal. Recentemente, após uma investigação uma ter apontado um adolescente britânico de 16 anos como possível líder do grupo, sete jovens foram detidos pela Polícia de Londres, com dois deles a serem acusados de cometerem múltiplos crimes informáticos.

As denúncias de D4rk R4bbit, um dissidente russo e hacker que afirma expor criminosos online, entre burlões, pedófilos e corruptos, desde 2013, terão levado à detenção dos jovens suspeitos de envolvimento com o grupo de piratas informáticos.

Em declarações à TVI/CNN Portugal, o D4rk R4bbit, que indica fazer parte da scammer.info, uma plataforma dedicada a expor esquemas fraudulentos online, afirma que há entre sete a 16 pessoas envolvidas com o grupo de piratas informáticos, cujo método de atuação descreve como extremamente descuidado.

No entanto, uma vez que os piratas informáticos “trabalham tão depressa”, o hacker afirma que é “difícil acompanhá-los”. Embora sejam descuidados, “conseguem dificultar o acesso a eles com a maior das facilidades”.

Através da sua conta no Twitter, o hacker tem vindo a partilhar vários detalhes sobre os esquemas e atividades fraudulentas que deteta, incluindo acerca do Lapsus$ Group. D4rk R4bbit indica que, para desmascarar os piratas informáticos, optou por uma abordagem mais “agressiva”, tentando “força-los a partilhar informação sem querer”.

Dois jovens acusados de envolvimento com o Lapsus$ Group e levados a tribunal no Reino Unido
Dois jovens acusados de envolvimento com o Lapsus$ Group e levados a tribunal no Reino Unido
Ver artigo

Recorde-se que os adolescentes de 16 e 17 anos que foram detidos pela Polícia de Londres na semana passada, foram levados a tribunal e acusados de “acesso não autorizado a um computador com a intenção de comprometer a integridade de dados”; “fraude por falsa representação” e ainda “acesso não autorizado a um computador com a intenção de comprometer o acesso a dados”.

A Polícia de Londres seu também a conhecer que que o jovem de 16 anos foi também acusado de “assegurar o acesso não autorizado a um programa” por meios informáticos.

De acordo com uma recente investigação, suspeita-se que o líder do grupo de hackers possa ser um jovem britânico de 16 anos. Os investigadores acreditam que o suspeito, usa os pseudónimos online “White” e “breachbase”, possa ser quem engendrou alguns dos maiores ataques do grupo, embora não consigam liga-lo a todos os ataques perpetrados pelos hackers.

Em março, os hackers do Lapsus$ Group atacaram um conjunto de empresas tecnológicas, entre NVidia, Samsung, Ubisoft e, mais recentemente Microsoft e Okta.

Anteriormente, em Portugal, apenas o ataque ao grupo Impresa foi reivindicado pelo Lapsus$ Group, porém, os hackers já fizeram declarações acerca do ataque à Vodafone. Em fevereiro, o grupo perguntou no seu canal do Telegram quais eram os dados devia divulgar primeiro: os da Impresa, da Vodafone ou da T-Mobile, também alvo de um ataque.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.