A Microsoft e a Symantec trabalharam em conjunto com as autoridades legais norte-americanas para desmantelarem uma rede de malware que infetava entre 300 mil a um milhão de computadores em todo o mundo.

A operação desligou dois servidores na quarta-feira, um nos EUA e outro na Holanda, que estavam a usar os computadores infetados para alimentar um esquema de cliques em anúncios online que lucrava um milhão de dólares anuais. Foram ainda rastreados 18 indivíduos de vários países - Rússia, Roménia, Austrália e EUA - que não foram identificados mas que estão ligados à liderança da rede.

Os utilizadores dos computadores corrompidos tinham os resultados das pesquisas em motores de busca como o Google, Bing e Yahoo! "sequestrados", já que eram direcionados para páginas onde os hackers tinham acordos comerciais ao estilo pay per click. Um grande número de utilizadores foi levado a participar neste esquema sem dar conta.

A rede é conhecida como Bamital e é vista pelos especialistas como um esquema fraudulento de cobrança viciada em publicidade online. O malware além de minar as pesquisas também permitia que os piratas informáticos tomassem conta dos computadores infetados com o fim de instalarem outros softwares maliciosos que transformavam os computadores em máquinas remotas que eram usadas para suportar outras redes de ataques.

Os equipamentos sequestrados ficaram sem ligação à Internet no dia 6 de feveiro e foram notificadas com uma mensagem da Microsoft e da Symantec a explicar o que aconteceu e a fornecer ferramentas que ajudam a limpar o computador dos malwares instalados.

A investigação começou há cerca de um ano e só na semana passada foram conseguidas provas suficientes para requerer um mandado do tribunal para a paragem dos servidores usados no esquema.

As autoridades estão convencidas de que a operação de desmantelamento da rede de cibercrime foi um sucesso, mas será preciso algum tempo para perceber se realmente toda a ação danosa foi travada.

Os responsáveis de segurança da Symantec revelaram à Reuters que o Bamital é apenas um dos muitos casos que compõem uma mega-fraude no sistema de pagamento dos anúncios online através dos cliques.

Escrito ao abrigo do novo Acordo
Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.