Chama-se "Digital with Purpose Movement", um movimento que junta uma série de empresas tecnológicas e que hoje foi apresentado em Lisboa, uma iniciativa coordenada com a a GeSI (Global Enabling Sustainability Initiative). A ideia é que a aposta no digital seja feita sem descurar os temas da sustentabilidade e colocando a prioridade neste desenvolvimento "verde" da sociedade e do planeta.

Por isso o compromisso é de cumprir o Acordo de Paris das Metas de Sustentabilidade das Nações Unidas até 2030

“À medida que entramos na quarta revolução industrial impulsionada por 5G, IA, IoT e Big Data, a sustentabilidade torna-se um elemento ainda mais crítico para nossa indústria e para aqueles que dependem de novas tecnologias. Embora estejamos entusiasmados com nosso futuro digital, temos a responsabilidade de intensificar e garantir a entrega de valor a todas as partes da sociedade de uma forma aberta e transparente”, adiantou Luis Neves, CEO da GeSI, revelando estar honrado por fazer parte de um movimento que coloca a saúde futura da sociedade e do planeta como uma prioridade.

CE quer opinião dos europeus sobre princípios que vão orientar estratégia digital da região até 2030
CE quer opinião dos europeus sobre princípios que vão orientar estratégia digital da região até 2030
Ver artigo

O movimento da GeSI conta com várias empresas portuguesas e internacionais, entre as quais se contam a EDP, SIBS, NOS e .PT e também a Deloitte, Huawei, InnoWave ou TIM, entre outras.

Em comunicado o GeSI sublinha que o objetivo é catalisar a ação coletiva de todo o sector TIC, mas o Digital with Purpose não quer "reempacotar esforços existentes ou reafirmar intenções previamente declaradas". "Os membros compartilham a ambição de criar valor de negócio através da aceleração radical do poder de capacitação da tecnologia digital, ao mesmo tempo em que minimiza as externalidades negativas que podem surgir", pode ler-se no comunicado.

No movimento pretende-se apresentar uma estrutura e um roteiro que permita aos líderes de negócios acelerarem os esforços para uma estratégia mais sustentável. As empresas vão ser avaliadas e receberão uma certificação formal, que será medida anualmente para acompanhar o desempenho em relação à estrutura.

Luis Neves deixa o apelo a que todas as empresas de TIC se juntem ao projeto e lembra que "para enfrentar com eficácia a saúde do nosso planeta e a desigualdade na sociedade, será necessário um grande esforço de equipe. Nenhuma empresa ou setor pode trabalhar sozinho".

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.