No ano passado o .pt já era um dos domínios de topo de um país (ccTLD na sigla técnica) que mais crescia na Europa, em em 2019 foi atingido um novo record com 121.359 domínios registados. Agora, e com mais empresas e negócios a mudarem para a internet para contornarem os efeitos do confinamento que resulta da pandemia da COVID-19, essa aceleração está a sentir-se com mais intensidade.

Na semana passada a DNS.pt, a entidade que gere o .pt, assinalou um novo marco, com mais de 1.250.000 domínios registados no domínio de topo português, e em resposta ao SAPO TEK dá conta da aceleração que está a sentir na mudança para o digital.

"No início do ano a curva de registos continuou a aumentar bastante e nas últimas semanas apresentámos um crescimento acima dos 30%, inclusive na última semana o crescimento rondou os 49%, comparativamente com o mesmo período do ano anterior", explica Luisa Ribeiro Lopes, presidente da DNS.pt.

O crescimento das últimas semanas está em linha com o que se verifica em muitos domínios de topo na Europa. "O facto de muitos negócios que antes se limitavam à presença física, estarem a transitar para o online tem feito com que o registo de domínios aumente consideravelmente", refere.

DNS.PT regista média de 10 mil novos domínios por mês em 2018
DNS.PT regista média de 10 mil novos domínios por mês em 2018
Ver artigo

Várias consultoras têm vindo a dar conta do crescimento das compras online por parte dos consumidores, impedidos de recorrer às lojas para comprar os produtos habituais, sobretudo na área da alimentação e supermercados. A IDC Portugal tem vindo a sublinhar que esta é uma oportunidade de acelerar a transformação digital da economia.

Também a DNS.pt fez uma campanha de comunicação para as empresas que ainda não têm uma presença online em .pt, em que a ideia é mostrar "a importância de ter um site/loja online para que continuem a comunicar com os seus clientes e a desenvolver os seus negócios".

A associação está ainda a apoiar diversas iniciativas que divulgam a utilização de serviços online, como o MUDA em CASA, o #tech4COVID19 ou do Ajudar quem nos ajuda, em que oferece domínios .pt a todos os projetos envolvidos em ações de combate, prevenção ou mitigação da COVID-19 no âmbito destas iniciativas.

A criação de um ambiente de maior confiança online está também na base da nova campanha do selo CONFIO, um selo de confiança que é baseado na certificação de sites que cumprem as melhores práticas do mercado digital.  Foram lançadas novas condições para candidaturas recebidas entre 25 de março e 31 de maio de 2020, que passam pela isenção do pagamento da taxa de submissão da candidatura, isenção do pagamento da concessão anual do selo até 31 de dezembro de 2020 e simplificação do processo de atribuição do selo.

"Podem ser candidatos todos os sites, exceto relativos a serviços financeiros transacionais, jogos de fortuna ou azar, serviços de cuidados de saúde e venda de medicamentos e relativos à construção, à reconstrução substancial, à compra e venda ou a outros direitos respeitantes a imóveis, exceto o arrendamento", refere a presidente da DNS.pt

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.