O comércio electrónico é gerador de 12 por cento das receitas das empresas europeias. Os dados constam da mais recente análise do Eurostat sobre as TIC nas organizações, relativa a 2008, e mostram que Portugal surge absolutamente dentro da média.

A maior taxa é observada na Irlanda, onde o peso das transacções electrónicas representa 26 por cento do volume de negócios. Do lado oposto, surgem o Chipre e a Bulgária, onde o eCommerce soma apenas um por cento das receitas.

Relativamente ao "alcance" geográfico das transacções electrónicas, o Eurostat mostra que 73 por cento são feitas dentro do país de origem, 19 por cento com outros Estados-membros e apenas oito por cento com países fora da União Europeia.

Em Portugal, 74 por cento do eCommerce é feito no limite das fronteiras, 22 por cento com outros Estados-membros e quatro por cento com países fora da UE.

A par do peso do comercio electrónico no negócio empresarial, o Eurostat mostra igualmente que Portugal se mantém na média europeia no que diz respeito aos indicadores de acesso à Internet e às ligações por banda larga.

Em Janeiro de 2009, 93 por cento das empresas em Portugal contavam com acesso à Internet, enquanto 82 por cento dispunham de ligação em banda larga, exactamente os mesmos valores apurados para a média da União Europeia a 27.

[caption]Dados Eurostat de acesso à Internet - Janeiro de 2009[/caption]

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.