Os investigadores da IBM, em Tóquio, criaram uma nova ferramenta que visa ajudar os webmasters a adaptar os conteúdos dos sites à visualização em plataformas móveis, com ecrãs de dimensões reduzidas, como os telemóveis.

A tecnologia foi originalmente pensada para facilitar a produção de conteúdos para sites visitados por invisuais, que recorrem a browsers que transformam o texto em discurso.

Em comunicado, a empresa explica que a Internet transformou os consumidores em produtores de conteúdos, e muitas vezes em "webmasters amadores" - agora com o desafio acrescido dos sites se destinarem a plataformas de diferentes dimensões, o que pode prejudicar a legibilidade dos conteúdos.

O novo editor visual fornece indicadores da forma como serão apresentados os sites quando acedidos a partir de aparelhos móveis, permitindo organizar a leitura dos conteúdos mediante uma sequência lógica e ordenada, fácil de ler em dispositivos com ecrãs pequenos, reduzindo a necessidade de fazer scroll.

A ferramenta ajuda também a melhorar a experiência de navegação para internautas invisuais que recorrem a browsers que lêem o texto. O editor mostra, através de setas, a orientação que os navegadores vão seguir quando lerem o texto em voz alta, o que permite, a quem prepara a página, inserir e organizar o texto de forma perceptível.

Para editar o fluxo de leitura, os webmasters só precisam de arrastar, largar e re-organizar as setas.

O novo software representa uma melhoria sobre outros métodos, mais complexos e morosos, como o recurso a navegadores de voz para verificar o fluxo de leitura linha por linha.

Para além das páginas Web, a nova ferramenta poderá ser também aplicada a apresentações electrónicas, documentos em PDF e conteúdos em Flash.

A empresa anunciou que planeia disponibilizar o editor visual através do projecto Acessibilidade Social, uma comunidade aberta a todos os interessados que visa ajudar a melhorar as soluções de acessibilidade na Internet.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.