Foram aproximadamente 80 mil os portugueses que, até agora, escolheram a Internet, e mais precisamente o site da Direcção Geral de Contribuições e Impostos (DGCI), para entregarem as suas declarações de IRS relativas ao ano fiscal de 2001. Números que face aos valores do ano passado representam um crescimento de cerca de 100 por cento, segundo declarações de Luísa Teixeira, da DGCI, ao TeK.





Embora o aumento seja superior a qualquer outro verificado anteriormente, Luísa Teixeira indica que a DGCI não ficou surpreendida com o resultado, apesar de não existir nenhuma razão de maior para tal ter acontecido. "À medida que as pessoas se vão familiarizando com a Internet, a opção de entrega dos modelos de IRS online vai surgindo como a resposta mais viável", referiu.





O prazo de entrega do IRC ainda não terminou e por isso ainda não existem dados finais para divulgar, nomeadamente quanto ao modelo 3 relativo aos rendimentos dos profissionais independentes. Mas, a responsável da DGCI vai adiantando que este ano se espera um aumento significativo nesta área, já que foi acrescentada uma nova característica que possibilita aos técnicos oficiais de contas fazerem igualmente entregas através da Internet.





A tão falada migração dos dados inseridos em programas de cálculo ou simulações para a concretização da entrega do IRS através da Internet ainda não foi uma possibilidade em 2002, tendo ficado adiada para o próximo ano. Luísa Teixeira justiça o facto afirmando que este acabou por ser um ano difícil devido às alterações legislativas de última hora.



Notícias Relacionadas:

2001-09-15 - Jurinfor apresenta IRScalc2001

2000-04-18 - Mais IRS entregue online

Entrevista: Impostos cada vez mais online

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.