No último ano, uma em cada quatro compras de viagens na União Europeia foi completada através da Internet, revelam dados de um centro de investigação e da consultora Roland Berger. A adesão a esta plataforma de compras tem vindo a crescer, em número e valor de transacções.

Os dados foram divulgados na semana passada e foram coligidos pelo Centro de Investigação Regional e Turístico, que analisa as compras de viagens na Internet desde 1998, ano em que a plataforma representava apenas 0,1% do total de aquisições.

Divulgados pela Roland Berger, que é responsável pela monitorização do Plano Estratégico Nacional do Turismo Português, os números mostram um crescimento de 21% no uso da Internet desde 2006, sendo que há dois anos as compras de viagens online representaram já 22,5% do total, alcançando um valor de 58,4 mil milhões de euros.

Os últimos dados oficiais da UE mostravam que 23% dos consumidores fazem reserva de pacotes de viagens dinâmicos, seleccionado através de um web site ou de vários as ofertas que mais lhes interessam, combinando voos, hotéis e aluguer de automóveis.

A Comissão Europeia tem vindo a trabalhar em soluções que permitam proteger de forma mais eficaz os direitos dos consumidores, especialmente depois das falências da Sky Europe, da XL, da Futura e da Zoom que deixaram milhares de europeus "em terra". Nova legislação está prometida para Outubro deste ano.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.