São três as versões de notificação que o Facebook começou a mostrar aos seus utilizadores desde esta segunda-feira, como foi divulgado antecipadamente: uma geral e duas relativas à  situação dos dados expostos à app This is Your Digital Life e Cambridge Analytica.

"Não tivemos uma visão ampla da nossa responsabilidade, e isso foi um grande erro", admite Zuckerberg
"Não tivemos uma visão ampla da nossa responsabilidade, e isso foi um grande erro", admite Zuckerberg
Ver artigo

Estes segundos utilizadores vão ver uma mensagem que os direciona para o Help Center, onde poderão perceber se e como os seus dados podem ter sido usados de forma indevida.

Uma vez que foram afetados vários milhões de utilizadores em todo o mundo, o Facebook começou as notificações ontem, mas demorará ainda algum tempo até que todos sejam avisados. Pode antecipar a espera acedendo diretamente a este link para "tirar teimas",  e esperar receber a resposta da imagem…

tek resposta FB cambridge

O sistema de notificações agora lançado vem no seguimento da polémica com a Cambridge Analytica, conhecida no passado dia 17 de março,  quando o The Observer e o The New York Times revelaram que a empresa britânica de consultoria política usou os dados de utilizadores do Facebook para criar um programa informático de propaganda destinado a influenciar os resultados de referendos e eleições, nomeadamente a de Donald Trump para as presidenciais dos Estados Unidos.

O caso já fez correr muita tinta e, neste momento, inclusive, tem Mark Zuckerberg a prestar depoimentos perante o Congresso norte-americano. No depoimento, divulgado antecipadamente à audiência junto da Comissão de Energia e Comércio dos Estados Unidos, e que está disponível no site da Comissão, o mentor da rede social volta a assumir pessoalmente o erro que permitiu que empresas externas tivessem a dados de milhões de utilizadores. "Não tivemos uma visão ampla da nossa responsabilidade, e isso foi um grande erro", afirmou.