O Facebook chama-lhe o marketing baseado nas pessoas. E esta é uma descrição que parece bater certo com o conceito da nova plataforma de publicidade Atlas. Com este sistema a rede social promete seguir os utilizadores para todo o lado, tanto no PC como no mobile, e cruzar dados pessoais com informações mais generalistas conseguidas por tecnologias como os cookies.



Os cookies sozinhos, diz o Facebook, estão a ficar ultrapassados. Não conseguem entregar com precisão os dados demográficos dos internautas e não conseguem fazer o rastreio de navegação Web quando as pessoas estão a usar os telemóveis.



O Atlas pretende colmatar todas estas falhas e aproveitar o grande volume de dados analíticos recolhidos pelo Facebook para criar um ambicioso sistema publicitário. Apesar de a Google ter uma grande presença em vários serviços online e no Android, a verdade é que a informação do Facebook é mais detalhada e mais precisa. É informação pessoal.



Veja neste vídeo como o Atlas promete ser simples para agências e empresas:





O serviço Atlas diz que consegue inclusive perceber quando as campanhas publicitárias levam a compras “offline”, algo que a acontecer será um grande trunfo para os publicitários.



O Facebook já estabeleceu parceria com uma dos mais importantes grupos publicitários dos EUA e que tem como clientes marcas como a Pepsi e a Intel. E a rede social está a usar alguns dos seus importantes ativos, como o Instagram, para recolher melhores “impressões” sobre os consumidores.



No final também as pessoas ficam a ganhar já que não serão recolhidos dados além daqueles que a pessoa já permite que sejam coletados e passam a receber anúncios daquilo que realmente interessam.



Explica o CNet que o maior prejudicado pode ser a Google já que, mesmo sem ver a posição cimeira ameaçada, pode ver a sua quota de mercado reduzir significativamente – tanto na Web como no mobile.



As receitas publicitárias do Facebook no mobile têm crescido e esta é uma área à qual a empresa atribui grande importância. O Atlas, por exemplo, usa um identifier - código único associado a cada telemóvel através do Facebook – para perceber melhor os hábitos de navegação e consumo nos smartphones e tablets.



O sistema Atlas já era usado pelo Facebook na rede social, mas agora a empresa está a alargar o acesso à ferramenta a todos os outros sites de Internet.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.