A Mozilla defende que os sites não precisam de recolher tantos dados sobre os visitantes só para lhes oferecerem a chamada "publicidade à medida", por isso, vai incluir na próxima versão do seu browser um botão que permite impedir que as páginas recolham informações sobre o visitante.

O Firefox 4, cujo lançamento foi prometido para a primeira metade de 2011, traz aquilo que o director executivo da fundação classificou como uma espécie de botão "Do Not Track", afirmando que existe um "desequilíbrio perturbante" entre aquilo que os sites precisam de saber sobre os seus visitantes para personalizarem os anúncios ou serviços e a quantidade de dados efectivamente recolhidos.

"O utilizador precisa de tomar o controlo da situação", defende Gary Kovacs, que realçou que "não é que os anúncios sejam maus", o que o preocupa é o que é feito com os registos do seu comportamento online.

Os sites visitados por um internauta revelam a forma como este "vive a sua vida" e isso é demasiada informação só para ter anúncios à medida, acredita o responsável, que coloca a ênfase na necessidade de existir um equilíbrio entre os dados recolhidos para personalização de conteúdos e a salvaguarda da privacidade.

Uma ferramenta semelhante tinha já sido prometida também pela Microsoft, que revelou as intenções de incluir no Internet Explorer 9 uma funcionalidade destinada a impedir que o comportamento online do utilizador seja registado por terceiros.

O Tracking Protection será incluído numa versão de teste do novo browser da gigante do software a lançar no início do próximo ano, mas vai exigir que os utilizadores sejam suficientemente informados para activarem o recurso e criarem listas dos sites aos quais pretendem bloquear esse tipo de registos.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.