O serviço streaming vai chamar-se Fnac Jukebox e terá uma assinatura mensal de 2 euros. O valor garante acesso ilimitado a 200 álbuns do catálogo disponibilizado pela empresa, numa seleção que será do cliente.

Quem estiver disposto a pagar mais, 4,99 euros por mês, garantirá acesso a todo o catálogo de música da marca francesa. As duas opções serão as únicas modalidades disponíveis para quem tiver interesse em subscrever a plataforma e ouvir música no PC, já que o Jukebox não contará com uma versão gratuita, ao contrário do que fazem empresas com as quais a Fnac irá agora concorrer, como o Spotify.

A imprensa internacional cita responsáveis do grupo explicando que a opção de não incluir uma versão gratuita do Jukebox, suportada em publicidade, acontece porque a empresa considera que os utilizadores preferem serviços sem esse tipo de interferência.

A nova plataforma da Fnac estará também acessível através do telemóvel ou tablet, por mais 5 euros mensais. Esta opção mobile permitirá ter acesso à música comprada mesmo quando o utilizador não dispõe de uma ligação à Internet ativa.

Números revelados ontem pelo grupo francês indicam que a venda de música tem já um peso de 6% na faturação. Só em França a Fnac comercializa cerca de 14 milhões de discos anualmente.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.