Uma reportagem da Vice Motherboard revelou que empregados de diferentes departamentos do Snapchat tiveram acesso a dados privados dos utilizadores, entre os quais a informação da localização, os Snaps guardados (fotos ou vídeos), números de telefone e endereços de email através de uma ferramenta chamada SnapLion.

Não se sabe quantas pessoas tiveram acesso aos dados dos utilizadores, mas um antigo empregado da rede social terá referido que o abuso foi feito “algumas vezes” na empresa. A publicação falou com quatro outros ex-empregados e um que ainda está na empresa, que confirmaram a existência da ferramenta SnapLion. Dois desses ex-funcionários referiram que o acesso foi feito há alguns anos, não se sabendo se ainda é feito atualmente.

A ferramenta foi criada para lidar com spam, questões internas e abusos da plataforma, assim como obter provas para entregar às autoridades, quando solicitadas. Este género de ferramentas é utilizado por outras plataformas e redes sociais, igualmente com polémicas de abusos de empregados, levando as empresas a prometer controlos de privacidade mais estritos e ao despedimento dos respetivos funcionários.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.