No lugar dos 5.000 dólares oferecidos antes para as vulnerabilidades graves, a recompensa pode ir agora até aos 15.000 dólares, refere a gigante da Internet no seu blog de segurança.

O montante máximo será pago nas exposições em que os programadores, além de indicarem a falha, possam demonstrar um ataque específico aos utilizadores do Chrome. Tal processo poderá ser feito em duas etapas: primeiro a identificação do erro e depois a demonstração do ataque.

"Como o Chrome se tornou mais seguro, tornou-se mais difícil encontrar e explorar falhas de segurança", refere Tim Willis, um hacker da equipa de segurança do Chrome, no post, justificando a necessidade de rever o programa de recompensas.

A nova "grelha de valores" tem efeitos retroativos desde 1 de julho último, informa-se igualmente.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.