A empresa esteve reunida com a Confederação Portuguesa dos Meios de Comunicação Social que, tal como entidades idênticas noutros países europeus, tem defendido que a empresa de Internet deve alinhar um modelo de partilha de receitas com os donos dos conteúdos que exibe no seu agregador de notícias.



O encontro, noticiado pela Reuters, terá acontecido na sequência da conferência Motores de Busca - o seu a seu dono, um evento que o TeK já tinha referido.

Serviu para as duas entidades discutirem perspetivas e para a Google clarificar que não está disponível para pagar pela exibição de conteúdos no Google News, mas tem interesse em colaborar com a imprensa portuguesa em iniciativas de debate, como a promoção de um workshop que a confederação irá agora propor aos membros, detalha o Público.



Recorde-se que a Google já defendeu noutras ocasiões que não considera lesivo para os donos dos conteúdos o serviço que presta através do agregador de notícias, uma vez que este encaminha o leitor para os respetivos sites onde os conteúdos foram publicados.



Albérico Fernandes, presidente da confederação explicou ainda ao Público que a organização quer que os conteúdos sejam remunerados, mas não tem "nenhum modelo especial" em vista para implementar uma medida desse tipo.



Recorde-se que noutros países a Google já chegou a acordo com a imprensa, como em França onde criou um fundo de 60 milhões de euros para apoiar projetos do sector.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.