Os dados que os carros destinados a captar imagens para o Street View recolheram indevidamente das redes Wi-Fi terão incluído também a localização geográfica de milhares computadores, telemóveis e outros dispositivos com ligação à Internet.

A informação é avançada hoje pela C|Net. O site levou a cabo uma investigação nesta matéria, realçando o facto de as conclusões levantarem novas preocupações em matéria de privacidade, até porque os dados alegadamente registados poderão mesmo ter estado acessíveis online até meados de Junho.

De acordo com os dados recolhidos pelo site especializado, era suposto os carros da Google guardarem as localizações de pontos de acesso Wi-Fi dos locais por onde passavam mas, para além destas, foram registadas as moradas e endereços MAC de computadores e outros equipamentos que estavam a usar essas redes.

Cada dispositivo com ligação Wi-Fi tem um MAC address (ou endereço MAC), um número único atribuído exclusivamente àquele equipamento e que o identifica. Os dados terão estado acessíveis online, juntamente com informação sobre a sua localização geográfica, "até há algumas semanas atrás", segundo a mesma fonte.

Recentemente a organismo francês para a proteção de dados (que em Março multou a Google em 100 mil euros devido à recolha indevida de dados de redes Wi-Fi) terá confirmado à C|Net que a informação guardada pelos carros do Street View incluía estes números que identificam os equipamentos.

A 15 de Junho o site publicava um artigo alertando para o facto de sabendo o endereço MAC de um equipamento ficar a saber onde este se encontrava, recorrendo à informação nos servidores da Google, que se encontrava acessível online. Os dados terão ficado indisponíveis no espaço de uma semana depois de publicada a notícia.

A gigante das pesquisas ter-se-á recusado a comentar o ocorrido, emitindo apenas um comunicado oficial em que afirma recolher os endereços MAC disponibilizados publicamente em pontos de acesso Wi-Fi.

Segundo as conclusões da C|Net, a explicação mais provável para o registo dos dados relativos aos equipamentos estará relacionada com o mesmo erro de programação que levou a que os carros recolhessem conteúdos não cifrados das comunicações suportadas nas redes Wi-Fi - e a toda a polémica associada. Os dados foram depois incluídos na base de dados de localizações geográficas da empresa.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Nota da Redacção: Foi corrigida a referência aos endereços MAC.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.