A recolha de imagens para o serviço Street View da o Google continua a gerar polémica. Desta vez foi a polícia da cidade de Bangalore, na Índia, que fez queixa, enviando uma carta à Google que levanta questões relacionadas com a segurança.

A empresa confirmou já que suspendeu a recolha de fotografias até que consiga responder às dúvidas levantadas depois dos carros de recolha de imagens terem começado a percorrer as ruas há cerca de um mês.

Segundo adiantam os meios de comunicação social na Índia, Bangalore é considerada um alvo de acções terroristas, o que torna mais sensíveis as questões relacionadas com a segurança.

Citando um comissário da polícia, o Indian Express diz que as autoridades temem que sejam recolhidas imagens de entradas e saídas de estruturas de defesa, mas também de edifícios de investigação científica e até governamental.

A gigante da Internet tem encontrado oposição à recolha de imagens em vários países, habitualmente por questões relacionadas com a privacidade.

A Google já tem o serviço Street View disponível em cerca de 100 cidades de 27 países, com fotografias de 360 graus que permitem aos utilizadores dos Mapas “passear” pelas ruas. Bangalore é a primeira na Índia a receber a visita dos carros de recolha de imagens da empresa, embora a intenção seja de alargar a cobertura a outras cidades do país.

Uma das últimas queixas contra a recolha de fotografias na Europa provém da o Bélgica, onde a Justiça está a avaliar se houve violação de informação sobre a vida privada, nomeadamente pelo registo de dados de redes Wi-Fi não protegidas.

A Agência holandesa para a Protecção de Dados tinha também ameaçado multar a Google em um milhão de euros, caso a gigante da Internet não apagasse os dados, alegadamente recolhidos de forma involuntária, no prazo de três meses.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.