A Google atingiu pela primeira vez a quota de mercado de 67% na área das pesquisas online nos EUA, depois de a taxa de utilização do motor de busca da empresa de Mountain View ter crescido 0,1% entre outubro e novembro. O Bing também cresceu mas continua longe do rival, ao representar 16,2% das pesquisas feitas.

Os outros motores de pesquisa norte-americanos tiveram desempenhos negativos, tendo a Yahoo! perdido 0,1% para os 12,1%, enquanto o Ask caiu 0,2% para os 3% de quota de mercado e o AOL baixou 0,1% para os 1,8%.

Ao todo foram feitas cerca de 17 mil milhões de pesquisas nos EUA durante o mês de novembro, e 11,4 mil milhões das procuras feitas foram realizadas no motor de busca da Google. Estes resultados divulgados pela comScore dizem respeito às pesquisas principais feitas nos motores de busca e não incluem resultados conduzidos por páginas exteriores e que não refletem a intenção dos utilizadores em interagir com os motores de pesquisa em si.

Nos resultados "powered by" e que já incluem as procuras feitas nos motores e resultados sugeridos noutros sites, o Bing cresceu 0,4% para os 25,4% de quota de mercado, enquanto a Google continua a liderar com larga vantagem. O serviço da empresa de Mountain View foi responsável por 69,4% do total das pesquisas feitas.

Mesmo com a diferença superior a 50% registada para o principal concorrente nos EUA, na Europa o domínio do Google Search é ainda mais acentuado. Estima-se que em vários países da Europa cerca de 90% das pesquisas online dos utilizadores sejam feitas no Google.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.