A informação referente a cerca de 45,7 milhões e cartões de crédito e de débito foram roubadas por hackers que quebraram os sistemas de segurança da cadeia de lojas norte-americana TJX, acabando por afectar milhões de clientes no Reino Unido e Estados Unidos.



Apesar dos hackers terem tido acesso às informações dos cartões entre Dezembro de 2002 e Novembro de 2003, os alegados roubos começaram em Julho de 2005 e foram executados em vários períodos, tendo terminado em Dezembro de 2006, informam os órgãos de comunicação britânicos. Mesmo os clientes que devolveram mercadorias viram os seus dados serem furtados, diz a Associated Press citando um responsável.



A empresa só começou a suspeitar da invasão há cerca de três meses tendo, um mês depois, apresentado queixa junto das autoridades competentes. Em comunicado, a TJX salientou que não está segura da dimensão ou valores associados ao roubo.



No entanto, um porta-voz da cadeia de lojas afirmou que cerca de 75 por cento dos cartões em questão tinham já tinham prazo de validade expirado na altura do roubo. Ben Cammarata, presidente da TJX afirma que desde que a loja tomou conhecimento da situação têm sido tomadas todas medidas "para proteger os clientes e fortalecer a segurança dos sistemas".



O mesmo porta-voz refere que "existe muita informação que provavelmente nunca chegará a ser apurada, motivo pelo qual esta investigação tem sido tão trabalhosa".

Notícias Relacionadas:

2006-12-18 - Roubo de identidade já afectou mais de 100 milhões de norte-americanos

2006-12-04 - ITU alerta para os riscos de privacidade e usurpação de identidade online

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.