A universidade Harvard e o Massachusetts Institute of Technology anunciaram uma parceria que junta as duas escolas no lançamento de uma plataforma que vai disponibilizar uma oferta conjunta de cursos online, com acesso gratuito. Os primeiros cursos deverão estar disponíveis no outono.



A iniciativa chama-se edX e traduz um compromisso de investimento de 30 milhões de dólares, realizado sem fins lucrativos. O objetivo das escolas, que lançam o convite a mais instituições de ensino para que adotem a mesma plataforma, é estudar comportamentos.



A forma comos os alunos das duas instituições e os utilizadores de todo o mundo que acederem aos conteúdos do edX usarem o site e a oferta que lá está agregada, servirá para as instituições moldarem estratégias e desenvolverem modelos de ensino online, explica o MIT no seu site.


Recorde-se que há alguns meses o MIT lançou um sistema online de aprendizagem, o MITx, que permite frequentar e completar com avaliação e diploma cursos ministrados online, uma oferta que se juntou à panóplia de recursos que o instituto já mantinha online, acessível sem custos e que pode ser usados ao ritmo de cada aluno.



Com o MITx a instituição introduziu um novo modelo, aproximando a lógica dos cursos online ao modelo dos cursos ministrados no instituto, no que se refere à avaliação. Os primeiros números revelam interesse na oferta, mas mostram que a fase ainda é de experimentação… de parte a parte.



Um dos primeiros cursos disponibilizados no MITx foi Introdução aos Circuitos e Eletrónica, no início deste ano. Inscreveram-se 120 mil interessados. Com o curso a meio, 20 mil ainda continuam.


Alguns dos conteúdos que o MIT conta disponibilizar no novo projeto sairão da sua escola online, entre vídeos, aulas e testes, oferta que deve compor os cursos a disponibilizar.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico




Cristina A. Ferreira

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.