A Índia lançou ontem, 1 de dezembro, a rupia digital. A iniciativa avança no retalho, em modo piloto, só com algumas lojas e bancos, para já, mas com intenção de vir a ser alargada a um público mais vasto e a um leque mais alargado de serviços.

As transações com a e-rupia podem ser feitas a partir de uma carteira digital, que os bancos incluídos na experiência vão disponibilizar e que poderá ser guardada no telemóvel. A partir desta wallet será possível fazer transferências diretas entre utilizadores e pagar compras em lojas, usando códigos QR que as lojas vão disponibilizar. O saldo da wallet poderá ainda ser convertido noutras formas de dinheiro, como depósitos bancários, explica uma nota do Banco Central da Índia, citada pelo Engadget.

Stablecoins: o que são e que papel têm no universo das criptomoedas?
Stablecoins: o que são e que papel têm no universo das criptomoedas?
Ver artigo

O governo indiano diz que a medida é uma forma de tentar diminuir o recurso às transações em dinheiro, facilitar transações internacionais e proteger a população da volatilidade das moedas digitais privadas. A Índia tem também sido bastante restritiva no acesso das plataformas privadas de criptomoedas ao país e com esta medida cria uma alternativa controlada pelo banco central.

Como já se referiu, a medida faz por enquanto parte de um teste, integrando num processo de análise à possibilidade de lançar a nível nacional uma versão digital da rupia. A possibilidade começou a ser estudada pelo país há cerca de um mês.

Nesta fase inicial da experiência estão envolvidos quatro bancos e quatro cidades, mas já está prevista a participação de mais quatro bancos numa próxima fase do teste, na qual podem também vir a participar mais nove cidades. Os participantes na experiência, lojas e utilizadores, também vão integrar um grupo fechado.

Um pouco por todo o mundo, e também na Ásia, vários países estão a avançar ou têm planos para testar moedas digitais “oficiais”. Singapura anunciou em outubro que vai avançar com um piloto da versão digital do seu dólar local.

A China tem também vindo a fazer testes nesta área. Muitos países estão também a regular o mercado de ativos digitais, como Portugal se prepara para fazer.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.