A Apple já fez chegar à Comissão Europeia um conjunto de informações que respondem ao pedido de informação do órgão executivo da União Europeia, sobre as alegadas politicas anti-concorrenciais da empresa americana.



A resposta da Apple, no deadline do prazo concedido pela CE, vai permitir fazer avançar o processo que questiona as diferentes politicas de preços do serviço de música iTunes nos vários países europeus.



Um porta-voz da Comissão Europeia, citado pela imprensa internacional, confirma a entrega da resposta e garante que esta será agora analisada com todo o cuidado. Depois disso, a comissão encarregada de analisar o caso decidirá se avança, ou não, com o processo de infracção.



A Apple está sob observação de várias autoridades europeias. Antes da CE já alguns organismos europeus, nomeadamente dos países nórdicos, vinham reclamando o fim da exclusividade do iTunes e o início da interoperabilidade do serviço com outros dispositivos de música digital.



O prazo limite para a entrega da resposta da Apple à CE já tinha sido estendido de uma data no início do mês de Junho para o dia 20. A empresa cumpriu à justa o novo deadline fazendo chegar a informação perto da meia noite de ontem.



Notícias Relacionadas:

2007-01-23 - Consumidores europeus pressionam Apple pela interoperabilidade entre sistemas

2006-06-09 - Apple pressionada pela exclusividade entre iPod e iTunes

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.