Já está em marcha uma nova fase de recepção das declarações de impostos relativas ao ano de 2010, pelos serviços do fisco. Desde ontem e até final do mês de Maio os contribuintes cujos rendimentos não provenham apenas de trabalho dependente ou pensões (visados na primeira fase do processo) já podem recorrer ao Portal das Finanças para entregar a sua declaração de impostos.



A entrega online das declarações de IRS tem este ano prazos diferentes, alinhando com o mês de calendário. À semelhança do que aconteceu no ano passado, os contribuintes que escolherem a Internet para cumprir esta obrigação terão contas acertadas com o fisco num prazo máximo de 20 dias. Quem usa a tradicional opção de entrega em papel não goza deste incentivo de reembolso antecipado.



Ao longo dos últimos anos um número crescente de contribuintes escolhe a Internet para acertar contas com o Estado, com a possibilidade de entrega online das declarações a crescer de ano para ano.



Já em 2011 e a meio do prazo de entrega para a primeira fase, o Ministério das Finanças e da Administração Pública indicava que cerca de um milhão de portugueses já tinham entregue as suas declarações por esta via.



Em 2010, e somando os contribuintes das duas fases, mais de 80 por cento optou pela Internet para entregar a declaração de impostos, um número a que não será alheio o apoio ao longo dos últimos anos das juntas de freguesia a quem quer usar o canal mas não sabe ou não tem acesso.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.