Com os ciberataques a aumentar quer em velocidade, quer em complexidade, as empresas estão a implementar um conjunto de soluções de vários fornecedores para se protegerem contra os ataques, com 25% dos profissionais de segurança a afirmarem que utilizavam soluções de entre 11 a 20 fornecedores, comparado com 18% de 2016.

Segundo o 11º Relatório Anual de Cibersegurança 2018 da Cisco, isto pode reduzir a capacidade de defesa das organizações e aumentar o risco de perdas económicas. No ano passado, 32%  dos ataques afetaram mais de metade dos sistemas internos das empresas, comparado com os 15% do ano anterior.

O relatório de cibersegurança da Cisco mostra ainda que, mais de metade de todos os ataques resultaram em danos financeiros superiores a 500 mil dólares, incluindo, entre outros, perdas de receitas, de clientes, de oportunidades e despesas extra.

Por isso, apesar das tecnologias machine learning e de IA ainda estarem nas primeiras etapas de desenvolvimento, 92% dos responsáveis de segurança afirmaram que as ferramentas de análise comportamental funcionam bem, confiando no seu valor para localizar cibercriminosos nas redes.

Segundo o Relatório Anual de Cibersegurança de 2018 da Cisco, 39% das organizações confiam na automação, 34% no machine learning e 32% utilizam significativamente a Inteligência Artificial.

A pesquisa mostra ainda que o uso da Cloud está a crescer por oferecer uma melhor segurança dos dados (57%), 48% utilizam pela escalabilidade e 46% pela facilidade de utilização. Mais de um quarto dos profissionais de segurança (27%) usaram clouds privadas externas (off-premise), comparado com os 20% de 2016.

Mas, apesar da cloud oferecer uma melhor segurança dos dados, os atacantes aproveitam do facto das equipas de segurança terem dificuldade em defender os ambientes cloud em constante crescimento e desenvolvimento.

A combinação das melhores práticas, de tecnologias de segurança avançada como o machine learning, e de ferramentas de defesa de primeira linha como plataformas de segurança Cloud podem ajudar a proteger este ambiente.

Para o estudo Cisco 2018 Security Capabilities Benchmark Study, incluído no relatório foram inquiridos 3.600 Chief Information Security Officers (CISO).

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.