Entre mais de 5.000 inquiridos, 98% dos utilizadores do Portal da Queixa visita a plataforma para procurar informação sobre as marcas e serviços, revela o estudo que a plataforma realizou em parceria com a empresa Netquest, sobre os hábitos de eCommerce dos portugueses.

Mais de metade (53%) afirma que consulta “sempre” as opiniões de outros clientes na internet antes de comprar online. Apenas 3% referem “nunca” consultar nenhum tipo de informação antes de uma compra.

O inquérito revelou que os consumidores mais jovens são os que estão mais acostumados a consultarem a opinião de outros clientes. Também os homens e os heavy buyers (consumidores mais ativos) são os grupos que consultam com maior frequência do que os restantes segmentos.

Questionados diretamente sobre se as opiniões influenciam a decisão de compra, a maioria dos entrevistados admitiu que as opiniões de terceiros influenciam bastante a decisão final. Os participantes atribuem a essa influência uma média de 2,9 numa escala de 1 a 4, onde 4 significa “que influencia muito” e 1 que “não tem influência”. As mulheres e os mais jovens são os segmentos mais influenciáveis.

Antes de realizarem uma compra online, oito em cada 10 inquiridos optam por comparar preços ou funcionalidades, bem como, a opinião de outros consumidores em sites e plataformas como o Portal da Queixa. Os homens comparam mais os produtos e serviços do que as mulheres, mas procuram menos as opiniões de outros consumidores.

Já os mais jovens são o segmento que pesquisa um maior tipo de informação antes de comprar online como, a morada física das lojas, cupões de desconto ou ofertas especiais, assistem a vídeos de demonstração ou procuram descobrir novas marcas.

Quanto aos “meios”, 80% dos consumidores consultam informação prévia à compra online em motores de busca. Mais de metade usa o site da marca ou comparadores de preço, enquanto quatro em cada 10 consulta o Portal da Queixa.

Os homens são os que utilizam mais os comparadores de preço, enquanto as mulheres destacam o uso do Portal da Queixa e das redes sociais. Os segmentos mais jovens, especialmente os inquiridos com menos de 40 anos, são os que mais acedem ao Portal da Queixa à procura de informação.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.