A Microsoft está a alertar os utilizadores do Internet Explorer para a urgência de executarem as atualizações para o browser disponibilizadas ontem, como parte do Patch Tuesday.

A empresa explica que a atualização vem pôr termo a quatro vulnerabilidades particularmente graves no navegador, que podem deixar os utilizadores expostos a ataques que permitam a execução remota de código malicioso nos computadores.

De acordo com a fabricante, as falhas de segurança detetadas - e endereçadas pela atualização - deixam os clientes do IE especialmente susceptíveis a ataques que podem ser levados a cabo de uma forma relativamente simples e quase sem intervenção da vítima.

Se exploradas, as vulnerabilidades em causa podem, por exemplo, permitir a execução de código malicioso bastando para isso que o internauta visite, usando o IE, um site concebido para tirar partido destas falhas.

A atualização (MS12-010) é por isso classificada de "crítica" para quem use o Internet Explorer nas suas versões 7, 8 ou 9, em computadores equipados com sistema operativo Windows, com a empresa a avisar que estima que comecem a aparecer ameaças dirigidas a estes "pontos" fracos durante os próximos 30 dias.

A empresa está ainda a chamar especial atenção para uma outra correção (MS12-013), também considerada crítica, que vem resolver uma falha que pode permitir a execução remota de código caso o utilizador abra um determinado ficheiro de media, alojado num site ou enviado por email.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Joana M. Fernandes

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.