A Microsoft pretende contribuir para um mundo mais conectado e tem planos para levar internet às regiões do globo menos favorecidas. Através de uma parceria com a Bluetown, a empresa já levou internet para as comunidades rurais do Gana, ajudando na transformação digital das escolas.

Mas a tecnológica sente que existe um longo caminho pela frente, mesmo que recentemente se tenha comemorado a conectividade de metade da população mundial. Concordando que existem esforços para acelerar o acesso global à internet, a Microsoft afirma que é necessária uma nova abordagem ao tema, sobretudo pelo abrandamento da adoção em países pobres e áreas rurais. E ainda que parte da população esteja conectada, tem acesso a velocidades baixas, serviços mobile básicos e apenas 14,1% da população global tem uma subscrição doméstica de internet.

Assim surge a iniciativa Airband, um novo compromisso da gigante de Redmond que tem como objetivo estender a internet a 40 milhões de pessoas sem serviço, ou com más ligações, até julho de 2022. As operações arrancam na América Latina e regiões do Sahara em África, aproveitando a boleia dos interesses regulatórios em resolver os problemas de conectividade.

tek microsoft

Mais que palavras, a Microsoft explica que o sistema Airband pretende melhorar as condições dos parceiros locais para superar os desafios geográficos na conectividade. E pretende-se uma abordagem em quatro fases: remover os obstáculos regulatórios para as frequências e outras tecnologias que ajudem os parceiros a estender as suas redes rapidamente para áreas rurais e sem conexão; fazer parcerias com ISPs locais para facilitar o acesso a serviços de internet de qualidade e baratos; possibilitar a transformação digital rural nas novas zonas conectadas, com foco no suporte da agricultura, educação, investimento rural e telemedicina, estimulando ainda as fontes de energia necessárias para melhorar a produtividade rural e vida das pessoas; por fim, construir um maior ecossistema de suporte, estimulando o financiamento internacional, para escalar projetos de conectividade para além do próprio investimento da Microsoft.

A empresa afirma que uma vez levantadas todas estas situações, os parceiros, espalhados pelas respetivas regiões do globo, podem avançar rapidamente com as suas soluções, com grande impacto nos resultados. A neste caso, a Bluetown é um ISP comprometida a tornar a conectividade geral mais acessível. No Gana, a estratégia permitiu levar internet a cerca de 800.000 pessoas a viver em zonas rurais, que anteriormente não tinham serviço.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.