A ComputerWorld indica que o kit para hackers Neosploit voltou ao activo. Supostamente retirado do mercado há três meses, o kit tem sido responsável pelo aumento dos ataques informáticos detectados nos últimos tempos, diz Ian Amit, director da Aladdin Knowledge Systems.

Este kit é utilizado para lançar códigos maliciosos que se aproveitam de falhas no Windows, Internet Explorer e QuickTime embora, pelo que consta, seja utilizado actualmente com novas funções, entre elas a análise de estatísticas e ferramentas de gestão.

As suspeitas de que o Neosploit estava de volta tiveram inicio há um mês, embora a Aladdin tivesse a confirmação há dois dias, quando descobriu um servidor na Argentina que continha o Neosploit 3.1, datado de 9 de Agosto, ou seja, semanas após o kit ser "abandonado".

Ao que tudo indica, os acessos eram feitos por 20 utilizadores que comprometeram entre 200 a 300 sites através dos quais eram perpetuados os ataques a qualquer visitante que não possuísse o seu sistema completamente livre de falhas.

Segundo as estimativas da Aladdin, mais de 250 mil ataques foram efectuados através dos sites infectados pelos hackers.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.