A NeuLevel decidiu mudar o método de atribuição de endereços ".biz", o nome de domínio de topo que lhe foi adjudicado pelo ICANN. Isto porque a entidade se depara actualmente com um processo movido por alguns dos "candidatos" ao novo sufixo em que é acusada de cobrar indevidamente pelo seu anterior processo, tipo "lotaria", para atribuição dos endereços mais requisitados.



Agora, os responsáveis da NeuLevel afirmam que a partir de Fevereiro próximo pretendem experimentar um novo método de atribuição para os nomes contestados indicando que, na nova volta, não será cobrado qualquer valor aos queixosos, a não ser que consigam o nome que desejavam.



A empresa garante ainda que pretende restituir a sua quota parte de 2 dólares (445 escudos ou 2,21 euros)- do valor cobrado aos queixosos - aos registrars, as entidades intermediárias credenciadas para o registo dos nomes de domínio, que posteriormente prometeram passá-la aos seus clientes. Isto porque mediante o sistema anterior, os aspirantes a novos nomes de domínio pagavam em adiantado um determinado valor, normalmente cerca de 5 dólares, para registarem a sua sugestão.



"O sistema antigo levava a que as empresas efectuassem vários registos de modo a aumentarem as suas hipóteses, porque não sabiam se eram os únicos a desejarem o mesmo nome ou se existiam centenas de candidatos ao mesmo endereço, afirmou Derek Newman, o procurador que durante o Verão passado iniciou o processo contra a NeuLevel em nome dos candidatos a nomes de domínio ".biz".



O novo sistema pretende servir de desincentivo aos registrars que apresentarem múltiplos registos para o mesmo nome de domínio. Na altura de atribuir endereços ".biz", a NeuLevel escolherá um de cada vez de cada entidade de registo e ao encontrar um pedido para um nome que já esteja tomado, a entidade em causa perderá a sua vez e a NeuLevel passará a outra.



Derek Newman declara que ainda não conhece o suficiente acerca da nova política para decidir se desiste ou não do processo. "Desde o início que os nossos clientes não querem mais do que uma possibilidade justa e legal para registar nomes de domínio", salientou. Por agora os queixosos deverão ver devolvidos parte do valor pago pelo registo de nome, afirmou Newman, "mas mediante o plano da NeuLevel cada registrar decidirá se vai reembolsar a sua parte ou não".



Segundo dados recentes da NeuLevel, até agora foram subscritos mais de meio milhão de endereços terminados em ".biz", mas cerca de 39 mil desses nomes estão suspensos devido ao processo levantado.



Notícias Relacionadas:

2001-12-14 - NeuLevel contabiliza meio milhão de registos ".biz" no primeiro mês

2001-08-23 - ICANN "oferece" 5.000 endereços a empresas responsáveis pelos novos domínios

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.