Até agora tem sido uma alternativa segura de manter contacto com outros profissionais ou antigos colegas. Falamos do LinkedIn que acaba de se juntar às plataformas usadas para desencadear ataques online.

Várias empresas de segurança lançaram alertas depois de terem detectado o surgimento de centenas de perfis falsos na plataforma com os traços comuns de pertencerem a celebridades e darem acesso a supostas fotos com nus dos seus autores.

A proposta esconde uma tentativa de instalar malware no PC da vítima, que faz recurso a técnicas bem conhecidas de pressão.

Quando o utilizador carrega nos links para as supostas fotos é encaminhado para fora da plataforma e para sites maliciosos que desencadeiam o ataque, descreve a McAfee. Já foram detectadas situações em que o utilizador se confronta com um alerta para a compra de uma suposta aplicação de segurança, com o respectivo alerta de que a máquina está infectada, ou situações em que o utilizador é levado a instalar um suposto programa que lhe dará acesso aos codecs necessários para poder aceder aos conteúdos prometidos.

Entre os perfis falsos detectados estão nomes como Beyonce Knowles, Victoria Beckham, Christina Ricci, Kirsten Dunst, Salma Hayek ou Kate Hudson.

O LinkedIn tem passado à margem deste tipo de situação, já por diversas vezes detectada em redes sociais de massas. A empresa de segurança acredita que esta tentativa de ataque, que procura explorar uma vulnerabilidade, mostra como a popularidade da rede a tornou mais um alvo de tentativas de ataque.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.