Em 2013 o MAPiNET conseguiu a remoção de 42.355 links que continham conteúdos piratas, um valor quase quatro vezes superior aos 11 mil links removidos em 2012. Apesar do maior volume de hiperligações eliminadas, cerca de 1,63 milhões dos links que a entidade tinha identificado como “piratas” não foram removidos.



O total de pedidos, 1.681 milhares, também é superior aos 931 mil links que estiveram na mira do Movimento Cívico Anti-Pirataria na Internet em 2012. Os filmes e séries, a música, o software, os livros eletrónicos e os jornais estão entre as tipologias de conteúdos que mais pedidos de remoção geraram, como é revelado no relatório anual do MAPiNET relativo ao ano passado.



Dos links que foram removidos 8.595 continham filmes, 5.182 continham ficheiros de música e 985 continham conteúdos de jornais e revistas. Aqui destacam-se também os 692 links que foram removidos e que eram relativos a jogos da PlayStation 1 disponíveis para download ilegal, conseguindo superar os 201 links removidos de jogos para PC.



No relatório enviado ao TeK é revelado que em 2013 a FEViP fez uso de uma nova ferramenta na caça aos links com conteúdos ilegais, um Web crawler, que ajudou a associação a ter um segundo trimestre mais movimentado na luta contra a pirataria de conteúdos.



As cartas enviadas aos gestores de páginas Web com conteúdos ilegais tiveram um “grau de eficiência bastante significativo” além de ser classificado como uma “forma pedagógica” de defesa dos associados e dos respetivos conteúdos.



Em 2013 ficaram offline nove sites relacionados com a pirataria de filmes, quatro relacionados com a partilha ilegal de música, 18 de streaming e 44 que se dedicavam à partilha de livros.



Aquele que é um dos principais organismos na luta contra a pirataria em Portugal, explica no relatório que a luta contra os downloads ilegais está-se a tornar mais difícil por causa da fuga dos sites para sistemas de alojamento no estrangeiro. Mas a pensar neste novo paradigma o MAPiNET diz que no ano passado foram estabelecidas várias parcerias com fornecedores de Internet estrangeiros para que mesmo além fronteiras, a luta contra a pirataria nacional possa continuar.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.