Em nome da defesa dos consumidores foi criada em Espanha um plataforma de luta contra uma taxa, recentemente introduzida, que se aplica aos suportes digitais e visa compensar a cópia privada. A plataforma Todos Contra el Canon defende que a taxa está a beneficiar um sector económico e um conjunto de intermediários específicos e acrescenta que esta vão contra o interesse geral, ao permitir "qualquer sector que se veja afectado por uma alteração tecnológica possa reclamar uma taxa sobre a tecnologia que provocou essa mudança, o que impede o desenvolvimento de novos modelos de negócio", refere o texto disponibilizado no site que dá a conhecer a iniciativa.



Criada por, associações profissionais, de defesa do consumidor e empresas do sector das TIs, a plataforma defende a taxa sobre a utilização de suportes digitais não erradica a pirataria e que, ao contrário, poderá é torná-la uma ameaça mais forte que afecte o desenvolvimento económico do país.



A plataforma considera ainda que o “canon digital”, como é conhecida a taxa, cria uma tarifação dupla "uma vez que já são pagas taxas sobre direitos de autor quando se adquire determinado conteúdo e desta forma volta a ser paga" e pede maior transparência nos impostos cobrados ao consumidor relativamente aos direitos de autor, que acabam por encarecer de forma indiscriminada produtos e serviços.


Estimativas da organização apontam para que só no ano passado as taxas já aplicadas aos direitos de autor tenham rendido em Espanha 12 milhões de euros.



Notícias Relacionadas:

2005-04-11 - Espanha desenvolve plano transversal contra a pirataria

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.