Segundo avança a imprensa internacional, o serviço vai estar disponível em todos os mercados onde o YouTube está presente, através da Internet. Haverá também uma aplicação para dispositivos iOS e Android, mas que de início só poderá ser descarregada por quem vive nos Estados Unidos e no Reino Unido.

O YouTube Gaming vai permitir a transmissão em direto das “partidas”, assistir aos jogos de outras pessoas e interagir em tempo real com outros utilizadores, ao género do que já acontece no Twitch, comprado pela Amazon.

De forma diferente, e não estivéssemos a falar do YouTube, vai reunir todos os vídeos relacionados com videojogos, o que dará qualquer coisa como a possibilidade de pesquisar por mais de 25.000 páginas, com informação sobre os mesmos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.