A polícia espanhola deteve hoje sete indivíduos acusados de distribuir conteúdos de pornografia infantil na Internet, tirando partido da tecnologia P2P. A operação policial foi iniciada em Fevereiro do ano passado e detectou mais de 500 mil ficheiros, dos quais 350 mil eram vídeos.

O repositório estava disfarçado de arquivo de música e o alerta para a sua existência foi dado por um utilizador que avisou a polícia para o facto depois de ter descarregado aquilo que pensava que era uma faixa de música e acabou por se revelar material de pornografia infantil.

De acordo com o comunicado da polícia Nacional, a secção de delitos tecnológicos da Polícia da Catalunha identificou doze arguidos nesta operação, mas apenas sete foram detidos nas províncias de Lérida, Madrid, Navarra, Alicante, Zaragoça, Baleares e Tenerife.

Ao todo foram apreendidos 25 discos rígidos, computadores e vários suportes ópticos onde eram guardados os arquivos ilegais.

Notícias Relacionadas:

2008-06-25 - Mais uma rede de pedofilia desmantelada em Espanha

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.